02 agosto, 2012

Regresso + Desculpas+ Desabafo + Outras coisas que não sei direito


Fiquei o mês de Julho todo de cabeça vazia, sem idéias ou talvez com idéias demais. Fiquei sem direcção com relação ao blog. Dei um tempo, sem motivo nenhum! Mas estou de volta. Feliz e triste ao mesmo tempo. Triste pelo tempo que perdi e feliz pelo tempo que tenho pela frente. Amanhã o blog fará 1 ano de existência...Gostaria de comemorar de forma grandiosa mas infelizmente a minha disposição não ajudou.


Dramas alheios, respeito e companhia limitada  


Cada um é do seu jeito e isso ninguém pode mudar! As pessoas não devem ser rotuladas por adoptarem certos comportamentos… Aparência não é tudo e as reacções são diferentes, pessoas não são iguais e têm pensamentos distintos. Eu não sou obrigada a pensar como o fulano e beltrano não é obrigado a reagir da mesma forma que eu. Sou o que sou e ao meu lado fica quem me conhece, agora de quem não me conhece eu exijo respeito. Ninguém tem que pensar como eu mas pelo menos que me respeitem como ser humano. 

Sou chata e dramática, faço tempestade em copo de água e choro por qualquer coisinha, mas isso não dá  à ninguém o direito de me chamar nomes desagradáveis…Sou assim e pronto! Respeito, por favor! O drama é meu, o choro é meu e dos motivos eu entendo melhor do que ninguém…Mesmo se não houver motivos, ninguém deve me julgar porque ninguém sente como eu.
E eu sinto muito mesmo, admito! Sinto até o que não deveria sentir. Mas é o meu jeito.

Sinceramente, acho que as pessoas perderam um pouco os valores, e esqueceram do significado de tolerância e amor ao próximo, já não sabem o que é uma verdadeira amizade. Cada um vive para si e pronto! Todos se acham o centro do universo! Coisa errada...Muito errada!
As outras pessoas importam e não são inferiores a nós, somos todos iguais e não devemos fazer ninguém sentir-se desmerecido ou inferior.

De drama alheio nós não entendemos, cada um reage da sua maneira! Devemos apenas respeitar….

Mas quando alguém está errado, quando alguém exagera ou quando tem um certo (ou errado) perfil devemos alertar, sem censuras, sem julgamentos! Devemos apitar e dizer: ‘’Hey, o caminho não é este, é aquele’’.  Afinal, é para isso que servem os amigos, para estes momentos menos bons da vida, para estes acidentes de percurso, para estas falhas e borrões...Os amigos devem ajudar e corrigir!

Enfim...Não sou a dona da verdade, mas conheço a minha verdade e dela sou dona! Não me julguem por ser como sou, apenas me respeitem...Porque de drama alheio, ninguém entende!