25 maio, 2013

Eu estava cansada. Só isso.


Eu estava cansada. Só isso... 

Cansada de fazer tudo certo, de agradar pessoas desagradaveis, de vestir capas para esconder as minhas verdades.

Ninguém poderá culpar-me pelo que fiz esta noite, afinal eu também tenho o direito de viver a vida, não é mesmo? E qual é o conceito de ''viver a vida''? Ser errado, fazer o proibido... Eu não acreditava nisso, até ver todo mundo ao meu redor feliz, por ser errado.

Eu era a menina de quem todos esperavam ver e ouvir coisas boas, eu fazia de tudo para agradar, mas eu era infeliz de um jeito que só Deus sabe. Parei de pensar no que vão pensar sobre mim, parei de sorrir quando desabava por dentro. Ser anti-social ou social? Era essa a questão. E escolhi ser anti-social. Escolhi fazer o errado sem apegar-me aos demais... Escolhi viver a vida. Não é isso que eles fazem?

Ninguém poderá julgar-me pelo que fiz esta noite... Agora estou no mesmo barco que eles, não há caminho para voltar.

Eu estava cansada. Só isso... Todos têm o direito de estar cansados. Certo ou errado?