29 outubro, 2014

Desde quando é que espírito tem estado?


— Durante muitos anos, fui enganado pela ilusão da idade adulta. Condicionei as nossas escolhas, guardei acções para depois, e... Enfim... Fiquei ingenuamente à espera que um aniversário mudasse toda minha vida.

Enquanto dizia estas palavras, Roberto estava sentado ao lado da irmã mais nova Fany, que não compreendia onde ele queria chegar. Estavam no chão do quintal comum onde se localizava a casa dos pais e de mais duas famílias.
Nas mãos, ele tinha o bilhete de identidade e uma pastilha da marca Gorila. 

—Mas fal'inda mano...Não é bom? Os mais velhos têm bwé de liberdade! — Fany exclamou com inquietude no tom de voz.
Roberto sorriu, ao perceber a inocência da irmã.
— Liberdade é um estado de espírito.— Explicou.
— Espírito tem estado?— Fany perguntou, muito surpresa.
Roberto abanou a cabeça em negação, abriu a pastilha gorila e dividiu com a irmã. Começaram a mascar.
— Eu queria muito fazer 18 anos, sabias Fany? Mas agora que fiz, estou perdido porque todos esperam que eu tome decisões sobre a minha vida e o meu futuro, mas como irei fazer isso se ainda nem sei quem sou?— Indagou, enquanto a irmã olhava para ele atenta. Um silêncio ocupou o recinto por alguns segundos antes de o cão Bobi começar a ladrar.
— Mas mano Beto, não sabes se és quem? Êh. Olhi'nda no teu B.I.— Fany fez um balão grande que rebentou barulhento.
Roberto sorriu mais uma vez, e disse:
— O que eu sou é mais do que um documento, e a idade é apenas um número.

Bobi ladrou mais uma vez, o que chamou as amigas de Fany para o quintal. Ela despediu-se do irmão e foi brincar mete-e-tira, mas enquanto pulava pelo cordão de elásticos não conseguia parar de pensar no quanto a gente grande é complicada e fala coisas sem sentido. "Desde quando é que espírito tem estado? Estado não é só no facebook?"


- Rosa Soares in 35 é racha.