04 abril, 2015

Leva-me contigo (Inspirado na música ''Saiba Meu Bem'' de Pérola)



Todas as manhãs, quando abro a minha janela, vejo o sol brilhar. Os pássaros não param de cantar e de fazer festa no meu jardim. Até o céu mudou de cor! Acreditas? Está mais azul. Desconfio que foste tu quem o pintou. Fazes tanta coisa para me ver feliz que isso até parece armação tua. 
Combinaste com as estrelas. Não é? Para iluminarem as minhas noites e trazerem boas lembranças. Quando as nuvens vão embora, o dia continua maravilhoso! O frio agora faz sentido, porque eu coloco o teu casaco xadrez e sinto o teu cheiro ao mesmo tempo que a tua ausência beija-me a alma.


Apresentaste-me um lado da vida que me era indecifrável. Trouxeste-me a adrenalina de uma vida preenchida de paixão e pelo gosto de ser amada. Desde o início, foste aquele que me motivou a seguir o meu caminho, que me amou até nos momentos mais escuros e mostrou-me a luz que antes cegava os meus olhos.
Lembro-me das vezes que tiveste de me convencer sobre o quanto iria valer a pena entregar-me a ti. Antes de chegares, eu era apenas uma menina assustada, uma mulher magoada, uma adolescente com as suas inseguranças e ilusões. Com o teu jeito delicado e a dose certa de paciência, ajudaste-me a dar os passos certos para ser a mulher que hoje te escreve. Sempre acreditei que palavras amorosas são inúteis perto de atitudes detestáveis. Provaste-me que promessas podem ser cumpridas e corações podem ser consertados. Por isso, e por tudo, só quero dizer que sem ti eu nada sou.



Não existem pessoas nem relações perfeitas, eu também não estou a procura disso. Desejo apenas o verdadeiro. Quero a presença, a essência... Não quero perder o ar, mas sim respirar contigo. Não preciso que me tires o chão, mas que me faças encontrar um ponto de equilíbrio. No fundo, é nisso que se resume o amor: Encontrar alguém que te faça sentir elevação até na queda.


Reconheço-te como minha metade.
Apoio-te como companheiro.
Admiro-te como homem.
Entrego-me como tua amante.



''Tu nasceste para me amar. És aquela pessoa com quem posso contar quando eu quiser chorar, quando eu quiser gritar. Não há outro que me saiba entender. Agora sei que sem ti nada sou. Leva-me contigo, onde quiseres eu vou. Amor estou na tua mão, é lá que está meu coração.''