12 abril, 2016

Sou africana

Autora: Vanessa Neto

Sou africana 

Sou o ritmo da dança
Sou o vibrar de um tambor
Sou a euforia de uma criança
 Sou o calar da dor

Sou o deslizar da chuva no meio do nada
Sou o acordar da alma dilacerada
sou o grito na madrugada
sou a mulher que sonha ser amada

Sou africana
Sou a bananeira quando se abana
Sou as curvas da serra da Leba
Sou o ser que nesse mundo
Com o tempo se eleva

Diante de quaisquer percalço
Danço e canto alegre em cima dos cacos
Facilmente crio verdadeiros laços
Contagio com com a minha alegria
Quem comigo anda em sintonia

Sou africana!