14 abril, 2016

Viaje sem bagagem

AUTORA: LAINE FERREIRA

Houve uma época de minha vida em que fui dessas mulheres que tem um closet cheio de roupas, sonhos e planos guardados para uma ocasião especial. Eu acreditava que um dia apareceria a oportunidade ideal de usar tudo aquilo e esperava no conforto seguro da minha inércia.
Tinha um beijo especial guardados nos lábios, tinha um vestido femme fatale no guarda-roupa ansioso para seduzir um jovem coração masculino, tinha planos de um dia ter um emprego que me fizesse acordar cheia de energia e disposição, tinha vontade de fazer muitos cursos e viajar pelo mundo e etc... Isso tudo trancado dentro de mim e sem nenhuma data para ser alforriado.
O que eu não sabia é que a vida e as traças não aguardam pacientemente que os astros hajam a nosso favor e num passe de mágica façam nossos loucos sonhos de uma noite de verão se tornarem realidade. Muito pelo contrário, há que se ter umas boas doses de sorte, mas ela costuma favorecer aqueles que tem a mania de buscar a própria felicidade e fazer as coisas acontecerem onde quer que estejam e sob qualquer circunstância adversa.

Hoje eu viajo sem bagagem, não tenho mais fantasias com momentos especiais na imaginação á espera da companhia certa, viver o hoje é o mais incrível a ser feito. Não junto mais nada, sou dessas que gasta ostensivamente os sorrisos pelas ruas da cidade, esbanjo meu tesouro como se não houvesse amanhã.  Dou meus melhores beijos em novas paixões incertas, uso minha roupa linda num dia qualquer para levantar meu astral, gosto uma grana a mais naquele hobby que pode virar profissão. Muitas vezes dou minhas pérolas aos porcos, mas porque não levar um pouco de luxo e glamour ao dia de alguém, nunca se sabe o que será catalisador da grande mudança na vida do pobre animal. Talvez a bruxa tenha se entediado e passado a transformar príncipes em porcos, e não sapos. Vai saber.
Entenda bem, não estou dizendo para não poupar nada e nem a si mesmo em nenhuma circunstância. Não digo venda sua casa ou torre o dinheiro que vinha juntando para a faculdade do seu filho em supérfluos, ou até faça se te der a louca, mas decida com tempo e calma, seu coração vai te guiar.  Eu escolhi ser feliz todos os dias e fazer cada episódio mais surpreendente que os anteriores, optei por deixar felicidade entrar como convidada e não como visita surpresa.