04 maio, 2016

Com ou sem a tua presença

Autora: Suely Soares

''É engraçado como a vida não espera até as coisas se acertarem para continuar!''
Pensou Ellen, enquanto revia pela milésima vez as fotos das últimas férias da páscoa. Já haviam passado quase oito meses, tanta coisa tinha acontecido e tanta coisa tinha deixado de acontecer.
"A vida não é justa, pouco menos injusta, ela é como tem de ser... e porque tem de ser assim?'' Perguntava-se. ''Será que tem de ser sempre mais difícil quando se trata de mim?''
Custava-lhe aceitar que Paulo não a havia procurado, muito menos retornado qualquer uma das suas tentativas de contacto.
''Ele vai ligar!'' interiorizava para si mesma. ''Esta aí a vir o natal nós vamos nos encontrar. Mas e enquanto isso?''
Os dias passam, outras pessoas entram em nossas vidas, umas mal entram saem, como se tivessem passado a porta errada. Outras insistem em ficar, mesmo que tudo indique que aqui não é o seu lugar. Estas despertam a nossa atenção, despertam algumas vezes até um pouco mais do que isso, despertam amor.
''E se eu amar o Celso?'' Questionava em seu interior.
A vida empurra-nos para onde ela quer, sem nos deixar sequer perceber, e quando menos damos por isso já não temos opção. ''Será verdade aquele ditado que diz que nós é que fazemos o nosso destino?
Eu quero trancar-me no quarto, eu não quero conhecer ninguém, até tu chegares, até te lembrares que nós prometemos que nem a distância iria nos separar...
Mas a vida não espera que eu me recomponha, ela obriga-me a vivê-la, com ou sem a tua presença.''