15 junho, 2016

Te amo por amar


Várias vezes me vieram perguntar porquê te amo, e eu respondi que é por te amar. Olharam-me de forma estranha e voltaram a questionar: ''Como assim? O que te faz amar?'' Pelo que respondi orgulhosa: ''É o amor que me faz amar.''
Não contentes, quiseram saber: '' Mas ele... o que é que ele tem, ou faz, que cultiva em ti um sentimento tão puro, tão incondicional?'' Eu disse sorrindo: ''Não há condição para o incondicional.'' Não preciso de algo em troca, porque o meu amor não pede uma razão; pede apenas que ele exista e que me deixe ama-lo sem objeção.
''Então não pedes nada? Não reivindicas nada? Nada te desassossega? Nem presença nem ausência? nem carinho nem carência? Nem o se importar, nem se ele deixar algo te faltar? Nada te fará cobrar?'' 
Respondi sorrindo: ''Porque não amar sem cobrar? Eu o amo desde o momento em que encontrei a minha intimidade com este sentimento; e por assim ser, não existem frases de desconfiança.'' 
O que será do amor que vive na casa onde só há cobrança? Eu o amo por amor, eu o amo por amar; e se amanhã me vierem novamente perguntar, a minha resposta não irá mudar. Não preciso que me entendam, eu só preciso te amar
Não quero um amor com motivos, porque se pede respostas é porque houveram antes dúvidas. Não quero um amor que obriga, se for obrigado então não foi espontâneo. Não quero um amor que te prende; se precisa aprisionar é porque a entrega não foi livre. Eu quero te amar sem mais nada precisar, porque é o amor que me faz te amar.
Autora: Suely Soares