14 outubro, 2019

A vida encontrará um jeito de te brindar com encontros mais felizes

Não importa onde tu estejas, com quem tu andes ou com quem tu durmas... a dor e o vazio serão teus féis companheiros. Pois eles são doenças que remédio algum cura. Vão connosco para toda parte, e é como se de forma inconsciente expandíssemos um pouco destes malditos.  Contaminamos os que nos abraçam com ternura, expulsamos os que nos beijam com fervura e transmitimos as nossas angústias e feridas àqueles que só nos querem curar... A dor que nos causaram nós causamos a outros seres inocentes e assim começamos um ciclo infindável de vazios. 
No final somos todos vazios em busca de preenchimento... voltamo-nos para fontes diferentes, mas buscamos com a mesma avidez.  

Não importa onde tu estejas, com quem tu andes ou com quem tu durmas... a dor e o vazio serão teus féis companheiros. Pois eles são doenças que remédio algum cura, fazem parte de nós e são contagiosos...  Contaminamos os que nos abraçam com ternura, expulsamos os que nos beijam com fervura e transmitimos as nossas angústias e feridas àqueles que só nos querem curar... A dor que nos causaram nós causamos a outros seres inocentes e assim começamos um ciclo infindável de vazios. 
É tão difícil dizer-te isso, mas cedo ou tarde terias de saber. Bem... Aquela dor que sentes por teres perdido um amor que tinha potencial de fazer parte do teu final feliz, pode nunca passar. Talvez leves esse vazio para o resto da vida, e tenhas de aprender a tocar outros corpos e amar outras almas enquanto abraças o esquecimento do amor que adiaste. Talvez vivas com o arrependimento de não teres ignorado o barulho do ouvido e dado ouvidos ao teu coração, e tenhas de lidar com recomeços, ouvir novas vozes e provar sabores desconhecidos. Vai doer, mas é no processo que irás perceber que nem todo amor é para ser vivido, nem todo potencial será atingido e que quando entre duas pessoas existe mais guerra do que paz o melhor é ir embora... Ainda que caminhes com feridas abertas, doenças crónicas e vírus de laboratório, a vida encontrará um jeito de te brindar com encontros mais felizes e outros vazios que te complementem.

Sem comentários:

Enviar um comentário